Hoje eu queria falar um pouco sobre o que é a EM, pensei bastante em como descrever e lembrei do que escrevi quando resolvi criar o meu blog. De uma forma bem leiga, porque era o que eu precisava para entender, segue pra vocês:

“Doença neurológica, ou seja, do ramo da neurologia, que é a especialidade que cuida de doenças do cérebro, medula, nervos e músculos. É auto imune, o que significa que ocorreu uma falha na defesa do meu organismo, causando um atrito entre células e tecidos do meu próprio corpo, fazendo com que o corpo não conseguisse controlar mais tão bem algumas funções.
Alguns exemplos são: dificuldades para enxergar, falar, caminhar, fraqueza nas mãos e nos braços…
Chamada de Múltipla por poder criar lesões, que aparecem como manchas em vários locais do cérebro e da medula, elas são vistas através de exames de ressonâncias. A EM pode ser controlada com medicações, ainda não há cura, mas não mata, o que foi confortante descobrir. Suas complicações são os chamados “surtos”. Que nada mais é que a piora nos sintomas, havendo a necessidade de uma medicação mais forte e especial. Quando o surto passa os sintomas voltam a diminuir, voltando o tratamento com as medicações controladas. Meu tempo de tratamento quando ocorre surtos é de no mínimo 5 dias. Pode acontecer de o corpo não voltar ao estado normal de antes do surto, deixando algum tipo de sequela, mas há medicações que ajudam e tratamentos bem eficientes. É uma doença, eu sei! Mas há tratamento e esperança.”

Meu maior medo era conhecer a doença, achava que se eu soubesse sobre ela, faria com que ela fosse real em mim. Mas hoje entendo que conhecendo ela, podemos viver melhor juntas.

Beijo com carinho,


Marina

Mas o que é Esclerose Múltipla?

Comente e ficaremos felizes