Belo Horizonte é palco do 7º Simpósio Brasileiro Regional de Esclerose Múltipla

Evento trará para a discussão diversos temas relacionados à Esclerose Múltipla (E.M), em mesas lideradas por especialistas renomados

 

São Paulo, 01 de novembro de 2016 – No dia 05 de novembro, a cidade de Belo Horizonte (MG) irá sediar o 7º Simpósio Brasileiro Regional de Esclerose Múltipla, idealizado e organizado pelo Comitê Brasileiro de Tratamento e Pesquisa em Esclerose Múltipla e Doenças Neuroimunológicas (BCTRIMS). O evento, que tem como objetivo fornecer atualização científica sobre o diagnóstico, progressão e tratamento da E.M e da Neuromielite Óptica, irá reunir cerca de 80 participantes, entre médicos, residentes, estudantes de medicina e profissionais da área de saúde, como enfermeiros e fisioterapeutas.

O simpósio, que contará com palestras ministradas por neurologistas renomados, tem início às 08h e se estende até às 17h30, com abertura e quatro mesas redondas de discussão. A programação do evento trará aulas como “Drogas orais”, apresentada pela Dra. Maria Fernanda Mendes, membro da Academia Brasileira de Neurologia (ABN), “O Protocolo Brasileiro de Tratamento da Esclerose Múltipla 2016”, proposta pelo Dr. Jefferson Becker, presidente do BCTRIMS, e “Características diferenciais entre as neurites ópticas”, apresentada pelo Dr. Marco Aurélio Lana-Peixoto, Professor da Universidade Federal de Minas Gerais.

“A importância de se realizar eventos como esse é que, por meio do conhecimento científico compartilhado entre os participantes, o paciente com E.M acaba recebendo, em todas as esferas, um tratamento otimizado para a doença”, destaca o neurologista e coordenador do Simpósio Regional  BCTRIMS Sudeste, Rodrigo Kleinpaul. “Além disso, todo ano, o BCTRIMS se preocupa em organizar encontros regionais para fomentar a discussão e levar novas informações sobre a enfermidade para aqueles profissionais, acadêmicos e estudantes da área de saúde que não tem a disponibilidade de comparecer a congressos nacionais”, finaliza o médico.
Mais comum entre mulheres, na faixa etária de 20 a 40 anos¹, a E.M. atinge aproximadamente 2.5 milhões de pessoas no mundo. Essa doença neurológica inflamatória crônica faz com que células do próprio sistema imunológico ataquem a mielina, revestimento dos neurônios¹. Dessa forma, a enfermidade pode causar diversos sintomas, como fadiga, tremores, alterações cognitivas e visuais, desequilíbrio² etc., dependendo da área do cérebro que foi afetada. Apesar de não ter cura, o diagnóstico precoce e o tratamento correto ajudam o paciente a ter uma melhor qualidade de vida.

 

Para mais informações, acesse http://www.bctrims.com.br/.


Serviço

Evento: 7º Simpósio Brasileiro Regional de Esclerose Múltipla – BCTRIMS Sudeste 2016
Data: 05 de novembro de 2016
Horários: das 08h00 às 17h30
Local: Hotel Mercure Belo Horizonte Lourdes
Endereço: Avenida do Contorno, nº 7315 – Lourdes, Belo Horizonte – MG, 30110-047
Para participar: Os profissionais e estudantes da área médica interessados deverão enviar seus dados (nome completo, CRM ou devido conselho, instituição, endereço, cidade, estado e telefone) para o e-mail bctrims.sudeste.bh@gmail.com. A entrada do evento é gratuita.

 

Sobre o BCTRIMS

Criado em 28 de agosto de 1999, o Comitê Brasileiro de Tratamento e Pesquisa em Esclerose Múltipla e Doenças Neuroimunológicas (BCTRIMS) é uma associação civil, de direito privado, sem fins lucrativos, que tem por finalidades promover o estudo, a educação, a pesquisa e a divulgação de informações sobre esclerose múltipla e outras doenças neuroimunológicas. Para mais informações, acesse http://www.bctrims.com.br/

 

Belo Horizonte é palco do 7º Simpósio Brasileiro Regional de Esclerose Múltipla

Comente e ficaremos felizes